terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Dois anos de Dieta sem Amido

Hoje faz dois anos que comecei o meu caminho. Um novo caminho. O início da minha nova vida.

Da dieta, pouco ou nada sabia: que resultados teria, se funcionaria, se me faria mal retirar uma parte bastante significativa de hidratos de carbono da minha alimentação, onde iria buscar forças se doía tanto viver.

Mas... tudo isso... que me importava? Que interesse teria saber tudo isso?

Acabar com a dor. Isso, sim. Era tudo o que eu queria. E fui atrás... e consegui.

Se foi fácil?

Difícil era viver vinte e quatro horas sob vinte e quatro deitada com dores atrozes. Difícil era depender da minha mãe para me dar banho. Difícil era querer gritar e abafar o meu grito para que ninguém me ouvisse.

A EA estava tão avançada: "invulgarmente avançada, tendo em conta a sua idade e o facto de ser mulher", dizia o meu reumatologista.

Difícil era Viver.

Fácil, foi muito fácil. A dieta.

Eu fiz. Sei quem fez. Eu consegui... muitos conseguiram.

Está na vossa mão...

7 comentários:

Maria disse...

Bom dia Susana e Parabéns pelo seu Aniversário, por ESTE Aniversário. Afinal a dieta permitiu-lhe "renascer", porque viver com dores atrozes não é viver, é ir vivendo. Foi à luta e venceu. Parabéns, também, por ter partilhado a sua vitória e tudo aquilo que aprendeu, experimentando em si. Obrigada pelo incentivo que deu a outras pessoas com EA a quererem experimentar a dieta.
Maria :-)

Susana Lopes disse...

Obrigada pelas suas suas palavras.

Um beiinho :)

paulappmarques disse...

"O grande segredo está na atitude". Lembra-se de me ter dito estas palavras? Para algumas pessoas o copo está sempre meio vazio. Essas pessoas nem precisam de tentar porque acreditam que com elas a dieta não vai ajudar em nada. A atitude derrotista faz com que sejam sempre derrotadas como se o universo lhes desse só aquilo que elas pediram: "se dizes que a dieta não vai resultar contigo não vai mesmo".

Eu não acreditei na dieta, já aqui o disse. Mas, a minha atitude perante a experiência era uma atitude positiva. Celebrava cada passo dado e jamais dei importância às pequenas derrotas. Estas também existem. Porque este caminho tem muitas pedras, no início. Por causa das pedras caímos e aqui é que é importante a atitude de cada um. Caídos por terra, ou nos levantamos mesmo que com muita dor e continuamos o nosso caminho em frente ou ficamos no chão.

A atitude positiva ajuda-nos a jamais desistir. A atitude derrotista desiste à primeira contrariedade.

Convém nunca esquecer: a atitude é o segredo.

Parabéns e obrigada pela partilha de tudo o que tem aprendido.

Oliva disse...

Bom que vc voltou, pensei que tivesse desistido do blog. Acompanho atentamente seus comentários sobre EA.
Sou espondilítico há 26 anos....e como dói.
Sds,
Oliva-Brasil.

Marta disse...

A Paula tem toda a razão. Porque é que duas pessoas com o mesmo diagnóstico têm dois fins diferentes? A resposta está na maneira em como as duas reagiram à doença. Se a primeira decide procurar motivos para continuar a viver e a segunda escolhe focar só na doença, está bem claro quem vai sair vencedor desta luta.

Quanto mais importância damos à "coisa", mais a "coisa" ganha força, seja lá a "coisa" que for. Então, não é melhor focarmo-nos na cura? Eu já me considero curada. A dieta curou-me, mas não só. O copo para mim esteve sempre meio cheio.

Parabéns por esta tua vitória Susana, que também é a minha vitória e acredito que é a vitória de muitos mais

Susana Lopes disse...

Paula, obrigada pelas suas palavras.E, sim: a atitude é o Essencial!

Oliva, olá! Obrigada por acompanhar-me na minha caminhada. A EA dói, é uma verdade... mas devemos sempre procurar meios para combater essa dor. Às vezes, a resposta está em nós!

Querida Marta, tu és um verdadeiro exemplo de como a atitude é meio caminho andado!


Um beijinho grande para todas e obrigada pelo vosso carinho!

Ricardo disse...

Quero aqui deixar o meu agradecimento à Susana porque também eu tenho EA, e ao descobrir este sítio fui experimentar a dieta...ainda estou numa fase inicial mas penso que vai resultar (porque também tenho feito as minhas experiencias) por isso MUITO OBRIGADO!