quinta-feira, 11 de junho de 2009

Um Dia Será o Nosso Dia...

Infelizmente, todos nós passámos (ou estamos a passar) por momentos que não deveríamos ter passado. Eu não falo das dores, do cansaço, da depressão porque são parte da EA (pelo menos, até encontrarmos o nosso caminho*).

Refiro-me ao preconceito, ao desprezo, ao abandono, ao isolamento imposto pelos que nos rodeiam, por aqueles que nos deveriam apoiar.

Contra a EA, de uma maneira ou de outra, conseguimos lutar. Agora, lutar contra tudo o resto pode ser mais doloroso que a pior das crises.

Acredito, porém, que tudo o que passamos ajuda-nos a reconhecer tudo de bom que a EA nos trouxe.

"Porquê, eu?" Muitos de nós fizemos esta pergunta. Eu fiz tantas vezes que perdi a conta. Contudo, muita coisa mudou, desde que a ea apareceu na minha vida. Por isso, hoje eu digo: "ainda bem que aconteceu a mim..."

Tudo o que eu ganhei ultrapassa de longe, tudo o que eu perdi. E eu estou tão grata por isso.

Não digo que, por vezes, eu não "vá a baixo". Pelo contrário, isso ainda me acontece com alguma frequência. Aliás... foi o que me aconteceu nesta última semana. Às vezes, ainda sinto esta necessidade de me isolar. Por mais que eu queira, não consigo falar com ninguém. Nem com os meus amigos mais próximos. Simplesmente, não consigo. Pergunto-me porquê... mas não sei a resposta. Só sei que me basta pensar que vou falar com alguém para me sentir maldisposta.

Mas, mesmo nestes dias eu não deixo de acreditar que tudo acontece por uma razão. A EA apareceu porque eu tinha que mudar. E mudei. Aprendi a Olhar para tudo com outros olhos. Aprendi a olhar para os que me rodeiam de uma outra forma. Aprendi a olhar para Mim.

Existem muitos que não tiveram uma segunda hipótese.

A vida sorri, todos os dias, para nós. Nós temos que sorrir de volta.

E, se não for com uma cambalhota... que seja, somente, com um "obrigada". Porque se hoje o nosso corpo não nos deixa, sequer, mexer... quem nos garante que amanhã não é o dia de sarau?

* Eu acredito que todos temos um caminho à nossa espera... por vezes é um pouco complicado descobri-lo, mas ele está lá.

2 comentários:

Lu amor em artesanatos disse...

Oi amiga! Meu nome é Luciana e sou do Brasil. Como você também tenho Espondilite Anquilosante e quero se possível ter te como amiga, Gostei muito do seu blog . Um beijo e fique com Deus!

Susana Lopes disse...

Oi, Lu! É com muito gosto que sou a sua nova amiga! Já visitei os seus blogs, bem giros!

Um beijo para si e para o pipoquinho que está consigo, na foto!