quinta-feira, 22 de maio de 2008

Encaminhamento Eficaz por Parte do Médico Assistente

O prospecto da iniciativa "Saber Que Faz Mover" está escrito que "Três meses podem fazer a diferênça entre o diagnóstico e controlo de uma doença reumática e a inacapacidade para toda a vida".

Muito bonito de se dizer... contudo, o que mais ouvimos são testemunhos de pessoas que demoraram anos para serem diagnosticados! Ainda há dias, um dos nossos membros queixava-se que o seu médico não o encaminhava para um especialista!

No meu caso - certo que igual a tantos outros - andei décadas com dores. A doença evoluiu, assustadoramente, em 5 anos... e nada! Era "tudo da minha cabeça", dizia a minha médica de família!

Já por várias vezes ouvi os Verdadeiros Médicos - como o Dr. Augusto Faustino e o Dr. Jaime Branco, reumatologistas - insistirem que os doentes têm que se fazer ouvir e que os médicos assistentes têm que os saber encaminhar.

Mas... na realidade, só temos médicos que, simplesmente, não querem saber!

Quando fui diagnosticada, a minha reumatologista encaminhou-me para a assistente social - a minha situação estava mesmo crítica... - e, esta disse-me que tinha todo o direito de me indignar e que deveria processar a minha médica assistente, porque foi "incompetente e irresponsável" - palavras da assistente social...

Hoje, passados 2 anos, tudo na mesma. Os médicos continuam a "não querer saber"!

"1 em cada 3 portugueses sofre de dores reumáticas"; "(...) actualmente, são a primeira causa de baixa laboral e o principal motivo de incapacidade temporária ou definitiva dos portugueses; "Previna-se para não fazer parte deste número": informação colhida na mesma fonte (prospecto "Saber Que Faz Mover").

Apesar de ter ouvido médicos dizerem-me para "ir trabalhar, que o meu mal era preguiça", não acredito que todas estas pessoas que se encontram de "baixa" de livre vontade! Quem não prefere trabalhar a ter dores que conseguem ser, tão simplesmente, avassaladoras?

Sei que médicos como Dr. Augusto Faustino e o Dr. Jaime Branco tentam fazer tudo o que está ao seu alcance para que, pessoas como nós, sejam "ouvidas" e encaminhadas convenientemente.

Não sei até que ponto isso está a ser conseguido...

Só nos resta esperar que algo mude e que muito em breve, cada doente tenha o direito a ter [justify]Profissionais de Saúde Informados, Responsáveis, Humanizados e Competentes!

Para o nosso bem... e para o bem de todos os que nos rodeiam. Porque também eles sofrem...

Sem comentários: