segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Exercício Físico e Osteoporose

Uma vida activa e a prática regular de exercício físico são muito importantes para a saúde dos ossos, em todas as fases da vida: durante o crescimento e até aos 30-35 anos ajudam a obter um bom pico de massa óssea e a partir dessa idade contribuem para que a perda óssea seja mais lenta ou estabilize.

Mesmo que já tenha osteoporose ou tenha sofrido uma fractura deve fazer exercício físico e evitar ter uma vida muito sedentária. O exercício vai ajudar a:

* Manter a massa óssea e reduzir o risco de fractura

* Melhorar a força muscular e permitir uma melhor postura

* Melhorar o equilíbrio e diminuir o risco de queda

* Reduzir as dores crónicas da coluna

* Prevenir ou diminuir as deformações da coluna provocadas pela osteoporose.

Nem todos os exercícios são bons para quem tem osteoporose e não deve começar qualquer programa sem falar com o seu médico.

O exercício adequado para si vai depender da gravidade da sua osteoporose, da existência de outros problemas de saúde e da sua forma física.

Regra geral não deve fazer mais que três sessões de exercício por semana, com duração de 30 minutos cada uma.

Os melhores tipos de exercícios para quem tem osteoporose são:

* Exercícios com carga: marcha, dança e aeróbica de baixo impacto

* Exercícios com resistência: usando pesos livres, aparelhos ou fitas de borracha

Uma óptima actividade para quem tem problemas de equilíbrio é o Tai Chi, uma forma muito suave de artes marciais que melhora o equilíbrio, a postura e reduz as quedas.

A natação, por não ser feita em carga, não é recomendada quando se pretende aumentar a massa óssea. No entanto, se já teve fracturas vertebrais, a natação e a hidroginástica suave podem ser bons exercícios, uma vez que a impulsão da água reduz o esforço necessário, reduz a probabilidade de ter dor na execução e ajuda a melhorar a força muscular.

Prevenção da deformação e da dor

As deformações da coluna vertebral e as dores crónicas nas costas podem ser reduzidas através da prática de exercícios que fortalecem a musculatura da coluna, do tórax, dos ombros e dos abdominais.

Depois de aprender estes exercícios com um terapeuta, poderá executá-los em casa, de forma regular.

Fonte: APOROS

3 comentários:

Marta disse...

Olá! Acreditas que eu já tenho OP? Com 22 anos? E eu que sempre tomei tanto leite...

Susana Lopes disse...

Sim, Marta... infelizmente passa-se o mesmo comigo. Sempre bebi cerca de um litro de leite por dia, durante mais de 20 anos. Quando o reumatologista me disse que já tinha osteopenia em algumas vértebras e osteoporose no colo do fémur, eu disse-lhe que era impossível, afinal eu sempre tomara muito leite. Ele disse-me que, apesar do que se diz por aí, o leite não ajuda em nada na prevenção da Osteoporose. E as campanhas que se fazem com o apoio do IPR, que nos dizem para bebermos leite???

No que é que ficamos? Sei lá...

Beijo da Su

Lady in high heels disse...

A osteoporose é assim. Silenciosa. E pior: cruel. Tenho uma tia está completamente incapacitada por causa da osteoporose. E não há nada a fazer.