quinta-feira, 26 de junho de 2008

Mais um dia...

Amanhã será mais um dia de fisioterapia... vamos lá ver como corre, desta vez. Eu não me considero uma pessoa muito exigente, mas no que diz respeito aos cuidados de saúde, a situação altera-se! Pelo que estou ansiosa para conhecer a nova terapeuta.

Sim, segundo dia de fisioterapia e já tenho uma nova terapeuta... mas, creio que será melhor. Não me identifiquei muito com o terapeuta de segunda-feira...

Eu estava habituada ao terapeuta que está no AFID (centro que acolhe pessoas com vários graus de deficiência mental e que cede as instalações ao IPR). Este terapeuta é excelente! Ajuda os doentes a entrarem na piscina, faz os exercícios connosco, sempre alerta - não vá alguém precisar dele!

Comigo, então, era um querido: "Susana, menos é mais! Eu prefiro que faça pouco hoje para poder vê-la na próxima sessão: qual é a lógica de exagerar hoje e, por isso, ficar doente?". Estava sempre a ajudar, sempre preocupado... sabia os nossos nomes. E, quando a sessão terminava, lá ia ele ajudar os doentes que mais precisavam.

Um homem que gosta daquilo que faz e, principalmente, um homem que nos vê para além de números...

Bem... adiante. Hoje acordei com uma preguiça... mas estou bem, graças a Deus! Nunca pensei que o meu corpo reagisse tão bem à fisioterapia. Há um ano atrás foi uma desgraça... ficava sempre doente. Mas desta vez, estou mesmo muito diferente: até a minha mãe notou! E eu... toda contente!

Estou mesmo muito grata por ter descoberto que não é necessário estar com dor crónica... basta "trabalhar" um pouco no nosso bem-estar, só isso.

Sem comentários: